A vida que ninguém vê

07/12/2010

Cada um tem uma história

Filed under: Karina Ribeiro — Karina Ribeiro @ 20:38
Tags: , , , , ,

Final de ano, época de arrumação, preparação para o novo ano: limpa aqui, ajeita ali, tira daqui, volta a limpar. Não entendo essa necessidade de deixar tudo em ordem para a virada do ano, mas confesso que também a sinto!

Certa vez, organizando o velho porta bijouterias, percebi que haviam pares e pares de brincos que não usava a muito tempo e decidi que, se não usava não fazia sentido mantê-los guardados, então iria doá-los.

Prontamente, esparramei todos em cima da cama e comecei a separá-los: esses uso muito, esses pouco e esses não uso mais.

Mas além destes, haviam outros que não se encaixavam nestas categorias. Aqueles que, mesmo não sendo mais usados, passaram pendurados em minhas orelhas durante tanto tempo, estiveram comigo em cada momento, já escutaram cada uma, alguns ainda guardam o cheiro do meu perfume. Pareciam tão próximos, íntimos, pendurados em mim dividiram comigo tantas coisas, alguns segredos, beijinhos, desaforos, felicitações, fofocas, comentários inusitados e jamais esquecidos.  Como dispensá-los?

Ainda não estavam assim tão velhos, muitos deles me lembravam a adolescência. Claro que pendurados ainda embelezariam um bom par de orelha, mas a época deles já havia terminado e por um motivo ou outro, esse não combina com essa roupa, hum, esse não combina com esse penteado, esse não serve para essa ocasião. E assim descobri uma nova categoria, a das lembranças!

Brincos que me trazem lembranças, me lembram pessoas, situações, histórias, momentos, momentos que tive medo de não mais recordar se desses brincos me afastasse. Será? Pra que arriscar?

Então não hesitei e decidi manter todos por perto e em segurança no velho porta-bijouterias: os velhos brincos e as velhas histórias!

Os brincos da moda de 2011

Blog no WordPress.com.