A vida que ninguém vê

26/06/2010

Achou pouco? Eu não.

Filed under: Devaneios — Karina Ribeiro @ 19:47
Tags: ,

Encontramo-nos por acaso.

Surgiram afinidades, nos aproximamos.

Completamente diferentes, muitas vezes, nos completamos.

Não nos vemos todos os dias,

Raramente, nos falamos.

Comunicamo-nos no mundo virtual.

Digitamos novidades, blá blá blá e os próximos encontros.

Louco? Acha pouco?

Eu não. Amo,

Todos os momentos que nos encontramos,

Beber, comer, rir, falar, reclamar

Comemorar, comemorar e comemorar.

Sempre comemoramos.

Sua vitória, a vitória dela e a do outro.

Com alegria, sem ironia.

Quem somos?

Somos ombros, quando um está triste.

Somos ouvidos, quando é preciso desabafar.

Somos mãe e pai, quando há perigo.

Ou motivo para se orgulhar.

Somos o que há de mais raro e puro no mundo.

Somos únicos.

Verdadeiros.

Às vezes irmãos.

Companheiros.

Somos amigos.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.